segunda-feira, 30 de julho de 2012

Poderão as idas ao supermercado arruinar uma vida amorosa?

É a questão que vos coloco hoje. Quero que reflictam sobre isto.
(...)
Já reflectiram tudo?
Pronto, agora vou dar-vos a minha opinião sobre o tema: podem, sim senhora! E porquê? Ora, para já porque o supermercado é por excelência o local para onde vamos envergando aquela roupa velha de ir ao ginásio porque "ah e tal, vou só ali comprar um pacote de leite, é ir e vir, vou vestir esta camisola toda coçada e estas sapatilhas que já estão meias rotas e lá vou eu". Pooooois. E logo por azar aquele(a) vosso(a) colega por quem andam a suspirar há meses decidiu ir comprar comida para o cão exactamente à mesma hora e no mesmo estabelecimento. Ooooh, que grande porra. Por isso, pelo sim pelo não, vistam qualquer coisinha decente quando forem às compras. Nunca se sabe as loucuras que podem acontecer entre a secção de enlatados e o corredor do talho.
Depois porque, digam o que disserem, todos temos aquela listinha de artigos que não gostaríamos que um(a) gajo(a) giro(a) nos visse a comprar. Ninguém quer dar de caras com "aquela" pessoa especial segurando um pack de 24 rolos de papel higiénico, pois não? Eu por acaso até acho que isso só demonstra que as pessoas são limpinhas e prevenidas e portanto não querem correr o risco de terem de se limpar ao jornal, mas de qualquer forma é um produto com 0% de sensualidade. Além de que se fica sempre com aquele sentimento de profunda decepção, aquele pensamento tipo "o quê, mas esta pessoa também faz cocó? Mas eu pensava que estava perante um ser divino!". Pessoalmente, também não gostava de ser vista com um carregamento de chocolates e bolachas, porque uma mulher tem de passar a imagem de pessoa activa e preocupada com a linha (pelo menos até agarrar o gajo, depois pode assumir a sua verdadeira identidade de lontra). E obviamente que prefiro ver um homem a comprar um bom desodorizante do que um de marca roscoff. E também não ia ficar muito bem impressionada se visse um rapaz por quem tivesse um fraquinho a comprar um chá para a prisão de ventre... Seria too much information para uma relação que ainda nem tinha começado.
Como vêem, isto de fazer compras não é um mero acto do quotidiano... É uma verdadeira Ciência do Amor!

8 comentários:

  1. é verdade sim senhoraaaa! já me aconteceu ir a um supermercado assim com uma roupa de andar por casa e estava lá um rapaz girito (vi-o pela primeira vez, não andava a suspirar por ele) e claro babei-me e depois pensei: põe-te mazé a andar que estás toda trenga!
    Também nunca mais o vi na vida xD mas quem sabe aquele não era o amor da minha vida e eu o deixei fugir, ahahah :)

    ResponderEliminar
  2. ora então, esta reflexão dava pano para mangas lol realmente o amor pode estar onde menos se espera =)

    ResponderEliminar
  3. Olha no meu caso, sou montes de vezes apanhado com ar de larilas a comprar detergente para a roupa. eheheh

    ResponderEliminar
  4. Identifico-me tanto com o teu blog que, se pudesse, subscrevia-o duas vezes. ;)

    Um dia ainda hei-de encontrar o amor na secção dos enlatados, quando tiver a segurar uma lata de atum "Bom Petisco". É um feeling!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É recíproco! :) gosto imenso de ler o que escreves :)

      Eliminar
  5. Oi!
    Vou ter de mudar de atitude é que não via as coisas desta maneira, e lá ia eu de fato de treino pó supermercado fazer má figura. Brigada pela dica :)
    bjx

    ResponderEliminar
  6. Tens razão! Devemos estar sempre prontas.
    E mulher prevenida vale por várias...

    ResponderEliminar
  7. Ahaha xD adorei! E tens toda a razão... tem piada que vejo sempre os rapazes mais giros quando estou pior vestida... é um coincidência infeliz :D ahaha!

    ResponderEliminar