domingo, 1 de julho de 2012

Não vejo séries, serei normal?

Pois é, eu pecadora me confesso. Não vejo séries, de todo. Friends para mim quer dizer "amigos" em inglês. Californication? Não sei de que se trata, mas pelo nome deve meter alguém a fornicar na Califórnia. E o Dexter, diz que mata pessoas, não é? Até sei que há uma que parece que agora está na moda: Game of Thrones. Parece que mete incestos e essas cenas. C'a nooooiiijo. Pelo nome, conheço-as a todas. Não tenho uma única amiga que não devore episódios atrás de episódios. Um episódio antes de ir dormir, um episódio no intervalo do estudo... Deve ser bom, para tanta gente gostar. Mas não me dá para aí, pronto! É um bocado como o sushi.

A única que cheguei a seguir com mais atenção foi o Dr. House, até chegar àquele ponto em que percebi a dinâmica da coisa: três diagnósticos que tinham tudo para estar certos mas estão sempre errados e um quarto que ele diagnostica com total brilhantismo, porque meteu os seus subordinados a espiar a casa do doente e descobriu que ele tinha comido carne de antílope, antílope esse que vivia em África, numa selva remota onde comeu umas plantas estranhas e raras, que tinham um veneno estranho e raro, que provocava uma doença estranha e rara. Uma situação extremamente provável. Mas claro que o Dr. House sabia disso, ele sabe tudo. Depois as pessoas vão ao hospital aqui em Portugal e dizem que o SNS não funciona bem. Pois sim. Vão-se mas é todos encher de musgo, como diria uma amiga minha.

Ah, minto. Também cheguei a ver Os Simpsons e Family Guy, mas o primeiro dá a horas estúpidas e quanto ao segundo, para além de também dar a horas estúpidas, já apanhei dois episódios em que satirizam este nosso país à beira-mar plantado. E como quem não se sente não é filho de boa gente, amuei e não voltei a ver, pronto! Não, agora a sério, não vejo porque nem sequer me lembro de tal coisa.

Posto isto, vou continuar alegremente a deixar pessoas de boca aberta quando digo que nunca vi um único episódio de How I Met Your Mother e orgulhosamente a ser o único ser do meu círculo de relações para quem Barney não é mais do que um excelente nome para baptizar um cão. E daí, talvez não seja a única. Acho que a minha mãe também não vê. Mas olhem que às tantas...

2 comentários:

  1. Eu tb não vejo, já lá vai o tempo em que tinha tempo (desculpa a redundância) para ver séries. Agora vivo na era das fraldas e dos brinquedos e dos Pandas e das Xanas Toc Toc mas há uns anos atrás gostava imenso de ver séries mas na altura eram p'ra aí metade das que existem agora!

    ResponderEliminar
  2. Sei como é ..raramente vejo seriados..e quando vejo, em geral não passo da primeira temporada. Ultimamente me interesso apenas por filmes e livros.

    ResponderEliminar